Mulher estuprada no Facebook Live at Nightclub em Atlanta: Cops

Via página da vítima no Facebook

Uma mulher foi estuprada em um vídeo ao vivo do Facebook na boate Opera em Atlanta em 19 de janeiro. A vítima disse que foi drogada antes de ser atacada. O vídeo do incidente apareceu pela primeira vez na página da vítima no Facebook na noite em questão e, desde então, se espalhou pelo YouTube e Twitter. O Departamento de Polícia de Atlanta disse ao Heavy.com em um comunicado, no início da manhã de domingo, a APD começou a receber ligações sobre um vídeo do Facebook Live que parece mostrar uma mulher sendo abusada sexualmente em uma boate local. Nossa Unidade de Vítimas Especiais fez contato com a vítima e uma investigação sobre o assunto foi aberta. A investigação continua.



Em uma declaração subsequente, o Departamento de Polícia de Atlanta disse ao Heavy.com, os investigadores da Unidade de Vítimas Especiais do Departamento de Polícia de Atlanta permanecem em contato com a vítima neste incidente. A vítima não está mais no estado da Geórgia, mas está cooperando com os investigadores. Os investigadores também identificaram o homem que acreditamos ser visto no vídeo com ela e também estiveram em contato com ele. O Club Opera tem cooperado e prestado ajuda aos nossos investigadores enquanto investigamos este assunto. Não divulgaremos o nome do homem neste momento, nem quaisquer outros detalhes sobre a investigação em andamento do Departamento.



Por meio da página da vítima no FacebookA vítima fotografada durante seu Facebook Live depois que o vídeo de seu ataque se tornou viral.

Em um vídeo do Facebook Live em 21 de janeiro, a vítima disse que não abordaria nenhuma negatividade. Ela disse que gostou de todas as mensagens de apoio que recebeu. A vítima também disse que o homem com quem ela tirou uma foto no início da noite não era o mesmo homem acusado de estuprá-la. Ela prossegue dizendo que foi a polícia que lhe pediu para não remover os vídeos do que aconteceu de sua página no Facebook, pois isso teria atrasado a investigação. Ela conclui o vídeo dizendo: Eles o encontraram ... tudo que eu quero é justiça.



Screengrab via Facebook LiveO homem retratado dançando com a vítima no vídeo.

O vídeo mostra a mulher dançando com um homem, no início ela está sorrindo e tomando um gole de sua bebida. No momento em que este artigo foi escrito, os vídeos do incidente no Facebook foram vistos mais de 500.000 vezes. A cantora Bebe Rexha foi uma das pessoas que tuitou sobre o incidente. Rexha disse em sua página que a vítima foi drogada e estuprada enquanto fazia streaming no Facebook Live em uma boate em Atlanta. Ela estava chorando e dizendo ajuda-me e NÃO repetidamente. Por respeito, não vou compartilhar o vídeo. Mas aqui está uma foto do homem que a estuprou.

Por meio da página da vítima no Facebook



Em uma série de postagens no Facebook em 20 de janeiro, ela escreveu pela primeira vez: Estou bem. Uma postagem de acompanhamento alguns minutos depois lida, Por favor, sem chamadas / mensagens de texto, ainda estou me reunindo, por favor. De acordo com sua biografia do Facebook, a vítima é natural de East St. Louis, Illinois, e agora mora em Atlanta.

Por meio da história da vítima no Instagram

Por meio da história da vítima no Instagram

Em resposta ao incidente, a vítima excluiu todas as suas imagens de sua página do Instagram.



Toque

Ópera Nightclub - VIP TourConfira as áreas VIP mais exclusivas do Opera Nightclub, em Atlanta, GA. OperaAtlanta.com2010-02-25T19: 54: 01.000Z

A boate Opera está entre as mais famoso boates nos EUA Atlanta Magazine relata que o polêmico rapper Rick Ross aparecerá no local como parte de uma festa pré-Super Bowl em 2 de fevereiro. Em dezembro de 2018, a equipe de segurança do Opera foi acusado de tentar extorquir dinheiro dos clientes.

Heavy.com entrou em contato com a boate para comentar a história.

LEIA A SEGUINTE: Professores de escolas de Michigan admitem fazer filmes para adultos


Artigos Interessantes