'The Society' 2ª temporada: Campbell, o mestre de marionetes, está trabalhando e ninguém em New Ham está seguro

A primeira temporada do programa de sucesso para jovens adultos da Netflix, 'The Society', terminou com seu principal antagonista tendo a maior parte do poder

Pooja Salvi
Atualizado em: 23:52 PST, 24 de junho de 2019 Copiar para área de transferência Tag : ,

Há muito debate sobre quem é o verdadeiro antagonista em 'The Society'.

São os pais, que pareciam ter substituído os filhos perdidos do West Ham? Ou é o motorista do ônibus, que foi a última pessoa a ver as crianças no West Ham? Ou poderia ser Greg Dewey (interpretado por Seth Meriwether) que atirou em Cassandra Pressman (interpretada por Rachel Keller) e a deixou para morrer na calçada? Pode-se dizer que, se Cassandra não tivesse morrido, as coisas em 'The Society' teriam sido diferentes.



Ou poderia ser Campbell, interpretado por Toby Wallace, o psicopata residente de New Ham? Não importa como você faça a pergunta, a resposta está bem diante de nossos olhos.

Para Campbell, todos os outros são um peão e um modo para ele conseguir o que deseja. Ele provou várias vezes ao público que, se há alguém com quem ele realmente se importa, é ele mesmo. Embora, ele brevemente nos enganou quando se reuniu com Elle, interpretada por Olivia DeJonge, e pensamos que ele poderia se sentir como qualquer outra pessoa, mas cara, cara, como de repente e brutalmente essa fachada foi arrancada para nós.

Toby Wallace (centro) como Campbell em 'The Society' (Imagem: Netflix)

No final da primeira temporada de 'The Society' da Netflix, é Campbell quem tem mais poder. Ele manteve Harry (interpretado por Alex Fitzalan) como refém, fazendo-o ficar viciado em drogas. E uma vez que Harry já está bêbado de seu poder e privilégio, não é preciso muito esforço de Campbell para colocá-lo de volta ao seu lado. Ele também convenceu Lexie (interpretada por Grace Victoria Cox), que originalmente deveria competir sozinha contra Allie (interpretada por Kathryn Newton), a unir forças com ele para tirar Allie do poder com sucesso. No final da primeira temporada, os Guardas estão ficando inquietos com sua contribuição para a nova sociedade e reconhecem o controle que eles têm sobre a jovem civilização [como um dos pontos que eles fazem todo o trabalho sujo da série], e querem para subir no poder. Eles conversam primeiro com Allie sobre o desejo de disputar o poder nas primeiras eleições democráticas que os adolescentes devem realizar em New Ham, mas é em vão. Quase na hora, Campbell chega lá e até convence os Guardas de que eles merecem estar concorrendo ao poder porque eles 'fazem todo o trabalho sujo'.

Wallace faz um trabalho maravilhoso com a interpretação de Campbell - ele é muito inteligente e sabe exatamente o que todo mundo faz. Ele está mais do que ciente das fraquezas dos outros e é paciente para garantir que os ataca no seu ponto mais fraco e consegue o que deseja - isso não é novo; é uma tendência psicopática clássica, mas como ela se desenrola na segunda temporada só pode ser especulada.

Em algum lugar no meio da série, quando o gato estava fora da bolsa, todos sabiam que Campbell não era apenas mais um solitário do colégio que odeia as pessoas - ele tem um passado perigoso que nem mesmo poupou sua própria família. Quando Sam (interpretado pelo cativante Sean Beardy) descreve em detalhes horríveis como Campbell conseguiu infligir dor a outro indivíduo sem pensar duas vezes, sem estremecer, foi uma revelação horrível.

Allie Pressman (interpretada por Kathryn Newton), Campbell (Toby Wallace) e Elle (Olivia DeJonge) (Imagem: Netflix)

E então, para alguém como este manter o poder em um novo mundo que as crianças de New Ham estão construindo para si mesmas, só pode ser prejudicial para os cidadãos.

Considerando como Campbell está agora à frente do triângulo de poder formado por Harry, Lexie e os guardas, ele detém o maior poder em New Ham. Ele prendeu Allie e Will (interpretado por Jacques Colimon) por causa de falsos relatos de democracia e votos. Mas, como tem Harry à sua disposição, é possível que, por meio dele, Campbell implemente regras que afetarão diretamente o segmento social da série. Com os Guardas do lado dele também, é basicamente como ter os militares em sua equipe. E com Lexie, há mais por vir de suas habilidades de manipulação coletiva.

Portanto, para responder à pergunta, é o poder o principal antagonista em 'A Sociedade'. E Campbell está com ele no bolso.

Se você tiver um furo ou uma história sobre entretenimento para nós, entre em contato pelo telefone (323) 421-7515

Artigos Interessantes