Corpos de mãe e filho de 8 anos são encontrados recheados dentro de sofá dias depois de desaparecerem

  Corpos de mãe e filho de 8 anos são encontrados recheados dentro de sofá dias depois de desaparecerem

GOIAS, BRASIL: Em um incidente horrível, os restos mortais de uma mãe e seu filho foram descobertos dentro de um sofá quase uma semana depois de terem desaparecido. Em 6 de agosto, policiais locais teriam encontrado o corpos de Joicimeire Conde Cardoso e seu filho de oito anos, João, enfiados no sofá abandonado na zona oeste de Goiás, que fica a quase 200 quilômetros de Brasília, a capital do Brasil.

De acordo com as autoridades, a mulher de 38 anos e o menino foram assassinados em 31 de julho e um dia depois, seus corpos estavam presos dentro do sofá. O deputado Gustavo Barreto Cabral alegou que enquanto os restos mortais de Joicimeire estavam embaixo do sofá, o de João estava na parte superior do encosto. Durante a investigação, os detetives identificaram Benjamim de Araújo, de 55 anos, como acusado no caso.



patrimônio líquido de george hw bush 2018



LEIA TAMBÉM

Namorado de Raquel Wilkins acha que mãe que 'caiu' com o filho fez isso intencionalmente



Quem foi Gabriela Lima Santana? Mulher de 21 anos esquartejada e enfiada em mala por gangue que filmou assassinato sangrento

Benjamim é supostamente um trabalhador agrícola. Também foi dito que ele e Joicimeire estavam em um relacionamento. De acordo com os investigadores, havia 'várias indicações' sugerindo que o suspeito atacou a dupla mãe-filho em uma casa. 'Eles também estão investigando se alguém ajudou o agressor na tentativa de encobrimento', Espelho relatado.

Relatos locais disseram que Benjamim está prestes a ser julgado após ser acusado de outra agressão por Joicimeire antes de sua morte. Sua audiência de julgamento está marcada para 19 de agosto. Ela teria o culpado por 'maldições, socos e socos, além de ser jogado contra a parede e ter seus braços puxados'. Mas o suspeito refutou essas acusações, alegando que a mulher se machucou.

Também foi relatado que antes de desaparecer, Joicimeire e João viviam com Benjamim. “Testemunhas contaram à polícia que ouviram barulhos de “agressão” vindos de dentro da casa do suspeito na noite de 31 de julho. A vítima e seu filho não foram vistos desde aquela data, dizem familiares. Sol relatado. No entanto, o homem se defendeu dizendo que estava sob efeito de álcool e adormeceu naquele dia. Ele também acrescentou que, depois de acordar, não encontrou as vítimas em sua casa.

O duplo homicídio ocorre mais de um ano depois que outro crime sinistro abalou o Brasil. Gabriela Lima Santana foi assassinada e seu corpo foi esquartejado no início de 2021, antes que os restos mortais fossem encontrados dentro de uma mala em uma vala de drenagem. Além das partes do corpo, serras e facas também foram retiradas de dentro da bolsa.

A investigação também revelou que os suspeitos filmaram o terrível assassinato de Santana. A polícia analisou um vídeo que mostrava os horríveis momentos finais da mulher. No clipe, ela foi vista presa dentro de um banheiro com um acusado. Na época, os relatórios diziam que os detetives prenderam dois suspeitos, um homem de 49 anos que apareceu no vídeo e um homem de 23 anos que aparentemente fez o clipe.

Nickelback é a pior banda de todos os tempos

MELHORES HISTÓRIAS



Grande júri do Mississippi se recusa a indiciar Carolyn Bryant Donham pelo linchamento de Emmett Till

'Ela estava magra e doente': sobrinha de Olivia Newton-John revela como ícone lutou em seus últimos dias

Enquanto isso, tem sido dito que as taxas de homicídio no Brasil são alarmantes. A nação sul-americana registra 27,38 homicídios por 100.000 pessoas, afirmou o The Mirror antes de acrescentar: “Registrou 57.358 apenas em 2018 e tem a 16ª taxa mais alta, de acordo com a World Population Review. Dados publicados no Caderno de Conflitos dizem que houve um aumento de 75% nos assassinatos em conflitos rurais em 2021.â

Artigos Interessantes