Mulher de 1,3 metros de altura que desafiava todas as probabilidades de se tornar mãe morre aos 44 anos após lutar contra uma rara doença genética

A menor mãe do mundo, Stacey Herald, faleceu aos 44 anos após lutar contra uma rara doença genética conhecida como osteogênese imperfeita

Por Ishani Ghose
Publicado em: 03:47 PST, 12 de setembro de 2018 Copiar para área de transferência Mulher de 1,3 metros de altura que desafiava todas as probabilidades de se tornar mãe morre aos 44 anos após lutar contra uma rara doença genética

A menor mãe do mundo, com apenas 2 pés e 4 polegadas, faleceu aos 44 anos após lutar contra uma rara doença genética conhecida como osteogênese imperfeita. A condição resulta em crescimento atrofiado e faz com que os pulmões fiquem subdesenvolvidos. Também pode tornar os ossos muito frágeis.

Stacey Herald, mãe de três filhos, deixa seu marido Wil, que tem 1,52 m e suas filhas Kateri, 11, Makya, 10, e o filho Malachi, 8. A família mora em Kentucky. Stacey foi em frente e se tornou mãe, apesar dos médicos alertarem que, se o bebê ficasse muito grande, esmagaria seus pulmões e seu coração. Apesar de todas as probabilidades, Stacey deu à luz três lindos filhos em três anos.



esposa de chauvin arquivos para divórcio


Duas das três crianças, Kateri e Malachi, herdaram sua condição genética, algo que a família esperava e rezava para que não acontecesse. Seu filho mais novo, Malaquias, nasceu prematuro de oito semanas e nasceu após uma cesariana em 28 de novembro de 2010.

O bebê pesava 2 libras 10 onças. Como resultado do procedimento, Stacey teve que receber cerca de 34 pontos em seu estômago.

quando é que vai sair o álbum iggy azalea

Na época, Stacey disse: 'Ele é o menino mais lindo e perfeito que já vi. Tudo o que quero fazer é ficar ao lado dele. Malaquias nasceu sem nenhum osso quebrado. Pessoas com a nossa doença geralmente nascem com braços e pernas quebrados porque nossos ossos são frágeis e podem ser danificados pelo nascimento. Eu expliquei que eles são todos bebês especiais, mas que as meninas terão que ter cuidado com Malachi até que ele seja um pouco mais velho ', conforme relatado por Correio diário .



'Quando descobrimos que Malaquias tinha o meu problema. Foi difícil. Mas sabíamos que seríamos o melhor suporte possível para ele porque Kateri e eu já estivemos lá ', disse Stacey.

Stacey estava confinada a uma cadeira de rodas, mas isso não a impedia de ser uma mãe notável. Ela desempenhou um papel muito ativo e envolvente na vida de seus filhos, que teve com seu marido Wil, que ela conheceu no ano de 2000, enquanto trabalhava em um supermercado.

Ela até amamentou Malachi e também construiu uma plataforma especialmente construída para que pudesse dar banho em seus filhos e trocar suas fraldas enquanto estivesse em sua cadeira de rodas. Seu marido Wil começou a cuidar dos filhos no momento em que começou a se tornar muito difícil para ela. Na época do nascimento de seu terceiro filho, Stacey disse: 'Tudo que eu não posso fazer, Wil pode. Ele é ótimo em se levantar à noite, trocar fraldas e alimentar as meninas. Ele realmente é uma benção '.

jovem mark wahlberg e leonardo dicaprio


Stacey precisava de ajuda para cuidar de sua filha Makya, que era trinta centímetros mais alta que sua mãe quando ela tinha apenas dois anos de idade. - Não posso impedi-la fisicamente se ela estiver chateada. Ela é muito grande para mim agora. Então Wil tem que cuidar disso ', disse Stacey.

Mesmo com todas as dificuldades que enfrentou, Stacey havia se arriscado muito para ser mãe. Ela disse que amava ser mãe e que se considerava um 'milagre' e sabia que seus filhos 'também seriam milagres'.

Artigos Interessantes